Follow by Email

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O amor



O amor meu caro
Ah o amor é assim
Hoje é beijo amanhã é ferida
E segunda-feira é  outro dia

Nós amamos num dia qualquer
Não há dia nem lua certa para amar
Nem é preciso boca que beije
Ou olhos que procurem
O amor é apenas possibilidade
Não tem que ler horóscopo
Ou as cartas
Além do mais há ruínas em todos os abraços

(jul/1997)

Nenhum comentário:

Postar um comentário